E: info@d-aep.org

“Sempre admirei a capacidade de artistas plásticos transferirem para uma tela, para um monte de barro disforme ou para um emaranhado de objetos visivelmente incompatíveis suas impressões de mundo, seus valores pessoais e caráter. Sou amante das artes pelo que tem de inerente e por acreditar que ela é a salvação do homem em suas manifestações que nos tocam a alma e nos proporcionam reflexões antes imponderadas. Conheci a obra do Nany em Guarujá, enquanto Diretor de Cultura do município. O primeiro contato me trouxe a impressão de estar diante de um artista pleno, em completude, visivelmente honesto na expressão de sua visão dos objetos de sua obra, mensagens subliminares claramente definidas nos personagens retratados, expostos de modo claro e objetivo, sem a necessidade de questionamento intelectual; técnica que atinge diretamente o subconsciente, afetando as emoções, desejos, opiniões. São também doces suas obras, nos remetendo à uma realidade anterior que nos faz considerar a atualidade amarga que se interporia às suas retratações. Nany é um artista sensível, provido de um axioma pictórico inquestionável.”

Newton Milanez Ator e Diretor Teatral

“I always admired the ability of artists to transfer to a screen, for a lot of misshapen clay or a tangle of visibly incompatible objects their impressions of the world, their personal values ​​and character. I am a lover of the arts for what it has as inherent and believe that it is man’s salvation in its manifestations that touch our souls and give us before empowered reflections. I came to know the work of Nany in Guaruja, while I was the Director of Culture in the city. The first contact brought me the impression of being in front of a full artist, in completeness, visibly honest in expressing his view of the objects of his work, subliminal messages portrayed in clearly defined, exposed characters clear and objective manner, without the need for intellectual inquiry; technique that directly affects the subconscious, affecting the emotions, desires, opinions. His works are also sweet, referring us to an earlier reality that makes us consider the present bitter that interpose their retractions. Nany is a sensitive artist, provided with a pictorial unquestioned axiom. “

Newton Milanez  Actor and Theatrical Director

Nany, por ele mesmo

Eu queria pintar! Já desenhava, me inscrevi em um curso da municipio, não consegui ingressar. Minha tia que já pintava, me introduziu na pintura a óleo. Mas, logo descobri a tinta acrilica, e fui aperfeiçoando a pincelada. Em geral, uso acrilica sobre tela para os meios convencionais de apresentação. Mas, já pintei em madeira, pedras, tecidos. Ultimamente tendo adentrado na pesquisa da técnica primitivista, tenho usado ferramentas não convencionais, como palitos, varetas de palmeiras, atento a materiais que estão a minha volta, meu meio. Experimentos para ver resultados. Ainda dentro do estudo, na escola primitivista, usava-se guache, que não uso. Pra chegar na fluidez parecida, misturo a acrílica a outros pigmentos diversos, sem perder a textura simplista do guache. Tenho preferencia pela acrílica fosca, não gosto do brilho. Por anos pintei buscando mostrar a expressão no olhar e nos rostos, marcados pela nossa cultura, diversidade e costumes. Expondo e resgatando nossa indenidade quase esquecida e massacrada diariamente pelos meios de comunicação em massa, que inferioriza e estereotipa o povo brasileiro, afastando suas origens do cotidiano social e artístico. Intervenções em corpos. A tatuagem artística e o estudo corporal diário necessário para o desenvolvimento dessa arte ancestral, me mantém constantemente em aprimoramento. Já pintei murais com aerografia, pincéis, rolos, tintas de paredes, mas nada oficial, ou com reivindicação social. Tenho feito algumas charges nas redes sociais, com um personagem recém criado, o cabeça de televisão. Que simboliza uma luta contra o monopólio da comunicação, e também apoiando movimentos sociais, consciência política, social  e libertaria. Mesmo com tanta informação disponível hoje, a massa não usufrui de maneira ampla dessa ferramenta. Agora estou integrado em plena restinga, mangues e dunas. Me familiarizando com o ambiente que inspirou a velha Escola Primitivista do Prirambu, liderada por Francisco da silva, ou Chico da Silva.

Ando fazendo uns  estencils não autorizados.

Nany, by himself

I wanted to paint! I’ve already drawn; I enrolled in a course of the municipality, but could not join. My aunt already painted, she introduced me to oil painting. But soon I discovered acrylic paint, and started to perfect the strokes. In general, I use acrylic over canvas on conventional media presentations. But, I’ve already painted in wood, stones, and fabrics. Lately having stepped into the research of the primitive technique I have used unconventional tools, such as sticks; rods palm trees, listening to materials that are around me, my environment. Experiments to see results. Even within the study, the primitivism school, there used to gouache, that I do not use. To reach on similar fluidity, I mix the acrylic to other various pigments, without losing the simplistic texture of gouache. I have preference for matte acrylic, do not like shine. I painted for years trying to show the expression in the eyes and faces, marked by our culture, diversity and customs. Exposing and rescuing our identity almost forgotten and massacred daily by the mass media, and stereotypes that diminishes the Brazilian people, pushing away its origins as a social and artistic everyday. Interventions in bodies. The artistic tattoo and body daily study required for the development of this ancient art, keeps me constantly improving. Already painted murals with airbrushing, brushes, rollers, paint the walls, but nothing official, or with social demands. I have done some cartoons on social networks, with a newly created character, the head of television. Symbolizing a fight against the monopoly of communication, while also supporting social movements, politics, social consciousness and libertarian. Even with so much information available today, the mass does not enjoy in full of this tool. I am now fully integrated into sandbanks, mangroves and dunes. Familiarizing myself with the environment that inspired the old Primitivist Prirambu School, led by Francisco da Silva , or Chico da Silva .

I’ve been doing some unauthorized stencils.

248407_529993047026292_1694328587_n